segunda-feira, 22 de junho de 2009

Incógnita


Nasci em terra estranha;
Cresci em terra de ninguém;
Vivi em terras alheias;
Moro em lugar nenhum;

De onde vim não sei mais;
Onde estou também quero saber;
Pra onde vou não se sabe;

Sou estranho em meu país;
Desconhecido em minha casa;
Vento errante sem paradeiro;

Busco um repouso seguro;
Almejo por descanso em minh'alma;
Desejo paz de espirito!

Quem sou?
Ainda não descobri.
Mas percebo que tudo não passa de incógnitas.

Gisa Lima


Imagem: Deserto - Victor Melo

Nenhum comentário:

"pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo"

Related Posts with Thumbnails

GREENPEACE