domingo, 13 de setembro de 2009



Sete cidades

Já me acostumei com a tua voz
Com teu rosto e teu olhar
Me partiram em dois
E procuro agora o que é minha metade

Quando não estás aqui
Sinto falta de mim mesmo
E sinto falta do meu corpo junto ao teu


Meu coração é tão tosco e tão pobre
Não sabe ainda os caminhos do mundo

Quando não estás aqui
Tenho medo de mim mesmo
E sinto falta do teu corpo junto ao meu


Vem depressa pra mim
Que eu não sei esperar
Já fizemos promessas demais
E já me acostumei com a tua voz
Quando estou contigo estou em paz
Quando não estás aqui
Meu espírito se perde, voa longe



Composição: Dado Villa-Lobos/Renato Russo/Marcelo Bonfá

Oi,

Lembra-se do dia em que você me telefonou pra que eu ouvisse essa música em uma rádio?

Desde então, ouví-la, sempre me fez lembrar de você e daquele momento.

A cada momento que a espera por ti se tornava insuportável.

A cada momento que você se tornava apenas uma doce lembrança.

Algo sempre me fez ter esperança de te ter novamente, não sei dizer bem o que era, algo em meu interior, como uma voz a dizer-me que você sempre estaria presente aqui dentro de meu peito.

Como foi bom olhar no fundo de seus olhos e perceber que não fui a única a sentir amor por todo esse tempo.


Sua...





Gisa Lima

2 comentários:

Alice disse...

Uau, que romântico!

Aninha disse...

Eu sempre lacrimejo quando escuto esta música.

Eu sei que Marina foi autêntica quando disse que "o amor é bom demais, mas dói demais sentir"; sim, dói... Mas é uma dorzinha tão boa, não é mesmo? Dói demais sentir, sim, mas vale a pena!

Lindo post!

Beijos

"pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo"

Related Posts with Thumbnails

GREENPEACE